UA-110518693-1
PIZZA DACURVA

WhatsApp do Detran-RJ: consultas e pagamentos de multas e impostos já podem ser feitos pelo aplicativo

Pagamentos podem ser feitos pelo Pix ou parcelados em até 12 vezes no cartão de crédito. Usuário também pode fazer os procedimentos no site do Detran-RJ.

Por Leandro Morisson em 21/08/2021 às 18:56:41

A partir de agora, consultas, pagamentos ou parcelamentos de multas, IPVA, DPVAT ou taxas de licenciamento podem ser feitos de graça pelo Whatsapp do Detran, pelo número 55-11-4949-5983. Os serviços ainda estão disponíveis também pelo site do Detran-RJ.

O usuário poderá pagar os débitos à vista - usando o Pix, sem taxa - ou parcelado em até 12 vezes no cartão de crédito. O serviço é oferecido por uma empresa credenciada ao Detran-RJ.

Pelo Whatsapp, essa empresa pedirá a placa e o Renavam do veículo e disponibilizará a lista de débitos, com o motivo, o valor e a data de vencimento de cada um deles.

O usuário poderá optar por pagar um ou mais débitos. Depois, receberá os recibos de pagamento pelo próprio Whatsapp. Se não quiser pagar, poderá deixar o número salvo para novas consultas.

O Detran-RJ informa que o processo é totalmente automático e sem intervenção manual. A resposta sai em apenas alguns segundos, e o pagamento, por Pix ou parcelado no cartão de crédito, é ágil e eficiente.

Veja o passo a passo para consultas e pagamentos do Detran-RJ

  • Envie mensagem diretamente pelo celular 55-11-4949-5983 ou acesse o site do Detran-RJ
  • Clique no menu "Infrações"
  • Escolha o item "Pagamento de Débitos"
  • Em seguida "Parcelamento de Multas (cartão)"
  • Se estiver no site, clique no link da Zapay, credenciada para o serviço
  • Em ambos os casos, é preciso ter os dados pessoais do proprietário e do veículo, como placa e Renavam, para ter acesso à consulta de débitos
  • Em seguida serão disponibilizados todos os débitos que podem ser parcelados
  • Selecione os débitos que gostaria de quitar e, em seguida, faça o pagamento via cartão de crédito (em até 12 vezes) ou Pix.

Fonte: G1.com

Comunicar erro

Comentários